Pular para o conteúdo principal

Le Jardin de Monet à Giverny o jardim de Monet


Monet morou em Giverny durante vários anos, onde pintou seus famosos quadros da série das Nenúfares. Sua inspiração era o jardim de sua propriedade.
Seu jardim tem duas partes: um jardim de flores denominado Clos Normand em frente à casa e um jardim aquático japonês que fica do outro lado da estrada. Os dois jardins são contrastantes e complementam um ao outro.

O Clos Normand de aproximadamente um hectare, foi transformado por Monet num jardim cheio de perspectivas, simetrias e cores.
A área foi dividida em dois canteiros de flores onde espécies de várias alturas criam o volume. Árvores frutíferas e ornamentais são apoios para roseiras trepadeiras, além de coloridos grupos de flores anuais. Existe uma mistura de flores silvestres com espécies mais raras.

A aléia central é fechada por uma arcada de metal onde rosas trepadeiras crescem. Outras roseiras se firmam nas balaustradas da casa. Monet não organizou nem desenhou seus jardins: ele as plantava de acordo com suas cores e as deixou crescer de forma livre. Com o passar dos anos ele passou a se interessar cada vez mais por botânica, e dizia que seu dinheiro ia todo em seu jardim.

O jardim aquático fica num terreno comprado por Monet em 1893, 10 anos depois de sua chegada à Giverny. Este terreno é cortado por um pequeno riacho, o Ru, que é um afluente do Epte, por sua vez um afluente do Sena. Com o apoio da Prefeitura, Monet logo construiu ali uma lagoa para plantas aquáticas, ainda que isso tenha sido motivo de reclamações da vizinhança que achava que as plantas poderiam envenenar a água.

Anos mais tarde o lago foi aumentado, chegando ao tamanho que ele tem atualmente. O jardim aquático é cheio de assimetrias e curvas e foi inspirado em desenhos de jardins japoneses que Monet colecionava avidamente.

Nesse jardim fica a famosa ponte japonesa que ele pintou, uma touceira de bambus e todos os nenúfares que florescem durante todo o verão. O lago é fechado por vegetação e dessa forma fica separado em termos paisagísticos dos campos do entorno.

VEJA MAIS FOTOS NO MEU ALBUM
o jardim de monet












Postagens mais visitadas deste blog

O BARROCO MINEIRO

O BARROCO MINEIRO
Apresentamos nessa aula uma variação da técnica de pintura decorativa de origem alemã, o Bauernmelerei e sua correspondente no Brasil, a Pintura Barroca.
O movimento artístico conhecido como Barroco nasceu no início do século XVII na Itália, e estendeu-se por toda Europa e América Latina, onde se desenvolveu durante os séculos XVIII e início do XIX. Foi um movimento amplo que atingiu não apenas as Artes Plásticas como também a Arquitetura e a Literatura.
Sua principal característica era a contraposição ao estilo clássico do Renascimento, que vigorava até então, apresentando suas idéias de exagero, um certo mau gosto e falta de lógica (sempre em relação ao estilo clássico).
O Barroco chegou ao Brasil com os missionários jesuítas, que trouxeram o novo estilo como instrumento de doutrinação cristã. A distância do litoral e as dificuldades de importação de materiais e técnicas dão ao Barroco de Minas Gerais um caráter peculiar, criando uma arte diferenciada, marcada pel…

BANQUETA ANTIGA ACHADA NO LIXO REFORMADA

Eu terminei esta baqueta hoje a tarde ela ficou maravilhosa veja o passo a passo:)
eu a encontrei semana passada no lixo no meio da rua estava toda detonada...Ela é uma madeira nobre e antiga creio que é canela pelo cheiro dela


quando a encontrei




começo da transformação cerrando os pés quebrados




Limpando a peça que estava muito suja


APLICANDO A MASSA CORRIDA ACRÍLICA PARA TIRAR AS IMPERFEIÇOES DA MADEIRA




LIXANDO A MASSA E TODA A PEÇA DEPOIS DE SECA




APLICANDO O LÁTEX ACRÍLICO COMO BASE DE FUNDO


LIXANDO O LÁTEX ACRÍLICO BRANCO DEPOIS DE SECO



MISTURANDO O CORANTE XADREZ VERMELHO A BASE DA ÁGUA NA TINTA CORALIT ZERO - ESMALTE A BASE D'ÁGUA BRANCO
PARA OBTER UM ROSA BEBÊ



APLICANDO A TINTA ROSA




TINTA APLICADA E SECA



FAZENDO A COLAGEM DAS FLORES E FOLHAS ARTIFICIAS COM A COLA DE ISOPOR ACRILEX PARA A ARTE FRANCESA
E BOLINHAS DE GUDE FORAM COLADAS COM SUPER BONDER



FLORES E FOLHAS COLADAS




COLOCANDO O VIDRO...QUE TAMBÉM É RECICLADO VIDRO DE UM FOGÃO VELHO QUE ACHEI NA RUA A TEMPOS ATRAZ




PRO…

Sarah kay motivos para pintura