Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

cores

Cores

Arvores floridas. Pétalas
Cor de laranjas maduras
Margaridas. Rosas chás
Pássaros azuis celestes
Águas verdes turquesas
Luar cor-de-rosa choque
Violetas estrelas
Madrugadas amarelas
Brancas caravelas
Mar vermelho carmim
Casas laca orquídeas
Menino mulato cor de romã
Olhos belos e marrons
Lábios cor de açaí
Frutas tropicais na verde primavera
Flores coloridas a beira da janela
Vestida de seda azul-turquesa
com todas as minhas cores
Estou a passar.

Poema Luísa Drummond

Proteja me

Sarah kay motivos para pintura

Decoupage

Decoupage é a arte de enfeitar e dar vida aos objetos, com figuras e recortes de diversos desenhos, cores e modelos, pode ser feito em diversos materiais, atualmente é bastante utilizado em madeira.
Esse tipo de artesanato da uma beleza diferenciada ao material, para aqueles que querem fazer uma grana extra, bastam comprar objetos como: Porta-maquiagem, Abajur, Porta-guardanapo, Porta escovas de dente, Bandejas, Porta-retrato, Vasos, Cestos de lixo, Porta-talher, Porta lápis, Porta-cartão, Porta-chave, Quadros, e aplicar a arte que é fácil e gostosa de se fazer. O trabalho manual é muito valorizado, portanto todo artesanato feito em objetos de madeira, que diferenciem eles dos comuns, são bem pagos e apreciados.
Os desenhos que dão vida a peça, podem ser comprados em armarinhos por um preço que varia de R$ 2,00 até R$ 50,00 dependendo do material e da complexidade do desenho, o tipo mais utilizado desse material é Decoupage de guardanapos, que é um pano fino.
A escolha da cola é muit…
O QUE É PINTURA BAUERNMALEREI?


A palavra baurnmalerei é alemã e quer dizer bauern – pintura e malerei – campestre, ou seja pintura campestre. É o equivalente alemão à pintura country, tão apreciada atualmente (coutry americano, entenda-se).


A origem do Bauernmalerei vem da época do pós-guerra na Alemanha, por volta do ano 1680. Na ocasião deu-se a reconstrução do país, e enquanto os governantes e a igreja chamavam artistas para refazer seus templos e castelos, os camponeses resolveram também re-decorar suas casas, muito simples e sem recursos, utilizando os materiais a que tinham acesso e eles mesmos pintando os temas que lhes eram comuns, como flores, pássaros e cenas do cotidiano dos próprios colonos.


As tulipas, rosas e margaridas, flores que cultivavam em seus jardins, foram os elementos escolhidos para representar essa pintura, feita de forma simples, com cores intensas e vibrantes, porém de forma muito bem organizada, respeitando um método de organização, com um número espec…

Pierre-Auguste Renoir

Pierre-Auguste Renoir






A dor passa, mas a beleza permanece", disse Renoir, um dos maiores pintores impressionistas, mestre em fixar em suas telas a luz, o brilho e a beleza das coisas.

Pierre-Auguste Renoir nasceu em família modesta -o pai era alfaiate. Em 1845, a família mudou-se para Paris, mas retornaria para Limoges três anos depois.

Em 1855, Renoir, com o intuito de adquirir um ofício, foi aprender decoração de porcelana e trabalhar no próprio ateliê onde estudava. Três anos depois, começou a pintar estampas em tecidos.

Em 1862, mudou-se para Paris e foi admitido na École des Beaux-Arts. Passou a visitar regularmente o Museu do Louvre e começou a estagiar no ateliê do pintor suíço Charles Gleyre.

Em 1866, inscreveu seu quadro "A Hospedaria da Mãe Anthony" no Salão Oficial das Artes, mas foi rejeitado. Dois anos depois, o salão aceitou a tela "Lise". Mesmo assim, o impressionismo -o novo estilo que Renoir adotara- ainda não era uma forma de arte aceita pela…
A Bela Dama Sem Piedade

John Keats
(1819)

Oh! O que pode estar perturbando você, Cavaleiro Sem armas,
Sozinho, pálido e vagarosamente passando?
sAbes teNS secado FLORES às margens do lago,
E nenhum pássaro canta.

Oh! O que pode estar perturbando você, Cavaleiro em armas?
Sua face mostra sofrimento e dor.
A toca do esquilo está farta,
E a colheita está feita.

Eu vejo uma flor em sua fronte,
Úmida de angústia e de febril orvalho,
E em sua face uma rosa sem brilho e frescor
Rapidamente desvanescendo também.


Eu encontrei uma dama nos campos,
Tão linda... uma jovem fada,
Seu cabelo era longo e seus passos tão leves,
E selvagens eram seus olhos.

Eu fiz uma guirlanda para sua cabeça,
E braceletes também, e perfumes em volta;
Ela olhou para mim como se amasse,
E suspirou docemente.

Eu a coloquei sobre meu cavalo e segui,
E nada mais vi durante todo o dia,
Pelos caminhos ela me abraçou, e cantava
Uma canção de fadas.

Ela encontrou para mim raízes de doce alívio,
mel selvagem e orvalho da manhã…